Azeite de montanha: produtividade, competitividade e sustentabilidade

04/11/2015

O projeto pretende ultrapassar os constrangimentos que afetam os produtores do azeite de montanha dos territórios envolvidos através da sua capacitação e disponibilização de serviços que dificilmente teriam acesso; ajudando-os a encontrar novas formas de valorização económica dos seus produtos aliadas à preservação dos recursos ambientais e culturais. Um dos elementos inovadores e diferenciadores do projeto passa por disseminar nos territórios envolvidos modos de produção biológicos e biodinâmicos – através de serviços de aconselhamento técnico, dias de campo, conferências, etc. – na medida em que este tipo de agricultura ajuda a acrescentar valor aos produtos, permite minimizar o impacto da produção de azeite de montanha no património natural e cultural e vai de encontro à crescente procura do mercado.